O valor da fotografia na venda do seu imóvel

Citação

Screen Shot 2014-05-09 at 5.45.28 PM

Vender um imóvel no mercado imobiliário em Miami não é brincadeira. A competição no mercado é forte e mais do que nunca a fotografia se torna parte essencial do anuncio.

A nível internacional, o foco do marketing imobiliário é sem duvida, online, especialmente para os clientes estrangeiros que estão fazendo de Miami um dos mercados mais aquecidos nos Estados Unidos.

O anuncio em dezenas de websites de procura bem como no MLS é visto por milhares de olhos e com tanta opção e informação visual, os imóveis escolhidos para visitas são aqueles que apresentam boa fotografia. Muitos clientes descartam já na primeira passada imóveis sem imagens ou com péssimas imagens.

A  sessão de fotografia é a parte mais gostosa do anuncio. Onde a criatividade de um bom corretor imobiliário se torna aparente. O jogo de cintura é necessário para  combinar foco na venda, produção de interiores e ângulos que melhores mostrarão o imóvel e suas qualidades. Detalhes são importantes: uma cama mal feita ou um armário aberto podem estragar a energia de uma sala.

Eu prefiro sempre interiores com luz natural, onde a personalidade do imóvel transpira mais levemente. Para a fotografia de um apartamento no edifício MET1 em Miami, eu requisitei que o fotografo tirasse fotos de manhã e esticasse um pouco a sessão, para registrar o pôr-do-sol cinematográfico da varando do apartamento com vistas infinitas do horizonte da Brickell.

Veja as fotos deste apartamento em Downtown Miami. Predio: Met1. Interiores: Tui Lifestyle. Fotografia: Marcelo Pimentel.

DSC_8493




DSC_9540 Me parece um absurdo que muitos dos corretores ainda tentem fotografar os imóveis sem contratar os serviços de um fotografo profissional.  Quando fotografando uma unidade no Icon Brickell tornou-se evidente que o trafico de clientes visitando o apartamento foi um efeito da qualidade das fotos, que capturaram piamente o sex appeal do apartamento com belas vistas da Biscayne Bay bem como toda um vida interior do apartamento e seus detalhes na decoração.

Veja as fotos deste apartamento na Brickell Avenue em Miami. Fotografia: Marcelo Pimentel.

DSC_5169

DSC_4955 DSC_4977 DSC_5034_01

DSC_4947
DSC_5210

5 Dicas para quem esta fotografando um Imóvel [Caso não possa contratar um fotografo profissional e um decorador para a sessão de fotos.]

1. Reduza os objetos pessoais ao mínimo.

2. Utilize luz natural: abra cortinas e janelas

3. Procure um angulo que mostre o máximo o espaço, geralmente a esquina.

5. Use a camera na posição horizontal.

4. Foque em conseguir poucos e boas imagens, o intuito da fotografia e atrair clientes para uma visita pessoal ao imóvel – pois é na visita que a venda acontece.

Para mais informações de como vender o seu imovel em Miami com eficiência me contacte diretamente! geanemiami@gmail.com

www.geanebrito.com

Screen Shot 2013-11-10 at 10.43.23 PM

Geane Brito, Your Miami Real Estate Expert

Anúncios

Edgewater – Miami: Nirvana Imobiliário na Terra do Sol

Citação

Screen Shot 2013-11-10 at 5.00.41 PMMiami, dominada pelos brasileiros de ponta a ponta, já não tem muitos segredos. A praia de Miami Beach você já conhece. Os carrões de Sunny Isles você já conhece. As compras de Aventura você já conhece. As casas maravilhosas de Star Island você já conhece. Agora é a vez de conhecer Edgewater, o bairro em frente da Baia Biscayne localizado entre Downtown e o famoso Design District. Considerada no momento, como a nova “Brickell,” esta area em Miami esta se tornando o bairro favorito de muitos procurando por mais espaco, menos congestionamento e facil acesso a restaurantes, atividades culturais e lazer em Miami.

Próximo a Downtown Miami, Design District e a 5 minutos de Miami Beach, o bairro de Edgewater em Miami tem se mostrado um porto-seguro de investimentos. Em revenda, o comprador acha,  com a ajuda de um bom corretor, excelente imóveis em prédios de luxo construídos durante o ultimo boom- se destacando o Paramount Bay, Opera Tower, Platinum, City24 e Quantum on the Bay. VER imóveis em REVENDA na area!

NOVOS HORIZONTES Em período de pré-lançamento agora despontam um punhado de condomínios imperdíveis na busca pelo perfeito apartamento em Miami – seja como investimento, com retornos em locação super altos, ou como residência de férias em lugar seguro e relaxante. Todos oferecerão luxuosos interiores, áreas de lazer incomparáveis e vistas infinitas da Baia Biscayne em direcão ao Oceano Atlântico e Miami Beach ou uma silhueta urbana de Downtown Miami.

PARAISO BAY

Screen Shot 2013-11-10 at 10.29.57 PM
Detalhes: Desenvolvido pelo Related Group de Jorge Perez. 55 andares. Quatro torres, tipo conodminio fechado! Diferencial: Parque & áreas de lazer tipo resort. Ultra luxo. Preço Medio:  $680 mil. Entrega: 2017.  LEIA MAIS!

BISCAYNE BEACH CLUB
Screen Shot 2013-11-10 at 6.01.49 PM

Detalhes: 51 andares. 399 apartamentos. Extensivo uso de vidro na arquitetura. Diferencial Estilo “clube de praia” com esportes aquáticos e clima de resort. Uso direto da Baia Biscayne. Quadras de tennis, academia, praia. Preco Médio: $725 mil. Coberturas: Pe-direito duplo com piscinas privativas. Entrega: 2017.   LEIA MAIS! 
ELYSEE MIAMI

unspecified-1

Detalhes:

APENAS 100 UNIDADES!

  • ARQUITETURA Bernardo Fort-Brescia, da firma Arquitectonica
  • Design : Jean-Louis Deniot
  • Precos a partir de $1,6000,000 por apartamentos de 3 e 4 dormitorios
  • Entrega: 2018

LEIA MAIS!

ICON BAY

Detalhes: 300 unidades. Diferencial: Design de Phillip Starck. Preco Medio: Revenda Apenas. Entrega: 2014. VEJA AS UNIDADES EM REVENDAS! 

Screen Shot 2012-08-05 at 2.01.10 PM

screen-shot-2016-08-07-at-2-47-47-pm

Consultoria Imobiliária VIP

GEANE BRITO  
International Sales & Leasing –
Chariff Realty Group
Miami: (305) 814-5004
WhatsApp: 1-917-653-6429
 Twitter: @geanemiami

 

Em Dezembro Miami é Arte, Design e Negócios!

Citação

IMG_1760Em Dezembro Miami é capital da arte, design e negócios graças ao maior evento do gênero nos Estados Unidos, o Art Basel Miami Beach. A feira internacional de arte é  irmã de eventos similares na cidade de Basel na Suíça e Hong Kong. Mas é  em Miami — sob sol tropical e beijado pelo Atlântico — que o evento criou asas, engolindo a cidade e produzindo feiras satélites, palestras, encontros e arte em espaços públicos.  Milhares de artistas, galerias, colecionadores, arquitetos, designers convergem na cidade para uma semana de negócios, festas e muito network que afeta  hotelaria, gastronomia, negócios imobiliários, e serviços. E uma semana imprescindível para a economia local.

Dentro do centro de convenções de Miami Beach, galerias de alto calibre negociam as obras de artistas estabelecidos, de Picasso a Jean Michel Basquiat, Keith Hering a Takashi Murakami . Este ano, a presença de uma fortíssima ala brasileira foi ancorada pela Galeria Fortes Vilaça, Casa Triângulo e Galeria Vermelho entre outras que trouxeram artistas contemporâneos brasileiros bem como artistas internacionais.

IMG_1653“PixCell-Red Deer,” 2012 (mixed-media) by Kohei Nawa 

DESIGN MIAMI

Screen Shot 2012-12-07 at 11.07.45 PM
Em frente do centro de convenções,  Design Miami, fundada em 2005 é segunda feira mais visitada da semana. Entre os destaques este ano, encontrou-se a instalação da coletiva de Nova York Snarkitecture de Daniel Arsham e Alex Mustonen com centenas de  balões cilindricos  que flutuavam no saguão de entrada da tenda de exposição.

O grande aha-ha ficou para o palácio de cristal criado por Asif Khan para Swarovski Crystal, porém o que capturou mesmo o coração dos visitantes foi uma lâmpada que combina natureza e tecnologia. A “Futuro Fragil” de  Lonneke Gordijn exibida pela firma Design Drift, foi feita de pétalas de Dente-de-Leão coladas, uma a uma, em lâmpadas de LED.

NETWORK, NETWORK, NETWORK

Negócios imobiliários estão sempre no background de Art Basel Miami. Arquitetos, designers, corretores e artistas todos se beneficiam do network que sedimenta parcerias importantíssimas.

IMG_1599

Entre as empresas brasileiras, a Ornare USA, chefiado pelo incansável empresario brasileiro Claudio Faria, não perdeu um minuto durante a semana de Miami Arte Basel. A nova loja da Ornare no Miami Design District foi a anfitriã do anual evento, o TasteMarkers Showcase e de palestras com arquitetos, designers. A Ornare reconhece o valor do network segmentado com foco em Design e Arquitetura e tem se tornado nos últimos anos, a base cultural brasileira em Miami.

Empreendedoras também se jogam na dança de arte e se destacaram  com patrocínio de exposições espalhadas pelo toda cidade. O Miami Art Museum mudou de nome e agora se chama Perez Art Museum, gracas ao patrocionio do empresario imobiliario Jorge Perez do Related Group.  Em Downtown, na iconica Freedom Tower, o grupo Terra Group aumentou sua visibilidade com clientes internacionais com a apresentação dos estilistas cubanos Isabel e Ruben Toledo em exposicao historica de suas carreiras.

ARTE PUBLICA

Miami tem arte em todos lugares em Dezembro:  na praia, em praças, ruas e prédios; em murais, galerias temporárias, as chamadas, “pop-up” e até mesmo na Baia Biscayne.  Arte publica, muitas vezes  efêmera, porém vira patrimônio cultural daqueles com um minuto para registrar a sua presença. Miami das cores e traços mil continua a sedimentar a sua posição como eixo cosmopolitano e multicultural onde arte, moda, creatividade, negócios e design se encontram.

[Get Lost on the Translation at Your Own Risk] In December Miami is Art, Design & Business! 

When December comes, Miami becomes the capital of art, design and business thanks to the biggest event of its kind in the United States, Art Basel Miami Beach. The international art fair of is the sister to similar events in the city of Basel in Switzerland and Hong Kong. But it’s in Miami – under tropical sun and kissed by the Atlantic – that the event has taken wings, engulfing the city and producing satellite fairs, lectures, meetings and art in public spaces. Thousands of artists, galleries, collectors, architects, designers converge on the city for a week of business, parties and networking that affects hotels, restaurants, real estate and services. It is a vital week to our local economy.

Inside the convention center in Miami Beach, art galleries of high caliber negotiate the works of established artists, from Picasso to Jean Michel Basquiat, Keith Hering to Takashi Murakami. This year, the presence of a very strong brazilian wing was anchored by Brazilian galleries Fortes Vilaca, Galeria Vermelho e Casa Triangulo, among others who bought the works of contemporary artists from Brazil and other countries.

DESIGN MIAMI

In front of the Miami Beach Convention Center, Design Miami, founded in 2005, was the second most visited fair visited this week. Among the highlights this year, visitors were greeted with an installation by New York’s Snarkitecture from Daniel Arsham and Alex Mustonen. Their cylindrical  balloons floated on the ceiling at the entrance hall of the tent and created a dreamy lounge highly photogenic.

IMG_1738The big aha-ha moment  inside Design Miami was the “Crystal Palace” created by Asif Khan for Swarovski Crystal. However, intellectually, what captured my thoughts was a lamp that combined nature and technology. The “Fragile Future” by designer Lonneke Gordijn of Design Drift was made ​​of petals Dandelion glued, one by one, onto LED lamps (photo).

NETWORK, NETWORK, NETWORK

Real estate is always in the background of Art Basel Miami. Architects, designers, artists and real estate brokers all benefit from the network that settles very important partnerships.

Screen Shot 2012-12-10 at 2.54.13 PMAmong the Brazilian companies, Ornare USA, headed by the tireless Brazilian entrepreneur Claudio Faria, did not waste a minute during Art Basel week in Miami. The new  Ornare store in the Miami Design District hosted its signature annual event, the TasteMarkers Showcase and engaging lectures with architects and designers. Ornare recognizes the value of segmented network with focus on Design and Architecture and has become in recent years, the Brazilian cultural base in Miami.

IMG_1710Developers also played well in the art dance and made their presence noticed by glossy ads in the art guides and sought to stand out with art sponsorship throughout the entire city. The Miami Art Museum has changed its name and is now called Perez Art Museum, thanks to the hefty support of the real estate mogul Jorge Perez’s Related Group. In Downtown, inside the iconic Freedom Tower, the Terra Group increased its visibility with international customers with the presentation of designers Isabel and Ruben Toledo Cubans in historical exhibition of their careers (photo: Isabel Toledo, Geane Brito e Ruben Toledo).

PUBLIC ART

Miami has art everywhere in December: on the beach, in parks, streets and buildings, murals, temporary galleries and even on Biscayne Bay. Public art, often ephemeral, become cultural heritage for those with a minute to register their presence. Miami’s colors and thousand features continue to settle the city’s position as a cosmopolitan and multicultural hub where art, fashion, creativity, business and design collide to create a energetic tropical metropolis.

IMG_1401

Qual o seu livro sobre Miami Favorito?

Citação

Este slideshow necessita de JavaScript.

O mais interessante em trabalhar como corretora imobiliária na Grande Miami é poder deliberadamente fotografar imóveis e o estilo  da cidade diariamente. Minha galeria na instagram é um lembrete do muito a aprender sobre a história atrás de cada imóvel.

Afinal, a história da cidade é o que faz o mercado imobiliário tão interessante (além dos honorários, é claro). Quem hoje vê os moderníssimos edifícios de Sunny Isles, tais como o novo projeto de Gil Dezer,  Porshe Design Towers, e os totalmente vendidos Trump Towers e Jade Ocean, que exuberam o luxo contemporâneo, mal pode imaginar que o bairro era, até o inicio dos anos 70, um conglomerado de  “kitsch” motéis populares com temas diversos, do deserto do Saara ao futurismo.

Miami Beach, Florida. 1962. Bon-Aire Hotel in Sunny Isles . Futurismo! (foto: Elliott Erwitt)

Entre os eruditos que bem contam a historia da cidade, é imprescindível  mencionar o Dr. Paul George, do Historical Museum of Southern Florida, que infatigavelmente conduz centenas de palestras via barco e bicicleta em Miami e o  historiador Seth Bransom, que escreveu vários livros sobre o tema.

“Miami: Mediterranean Splendor and Deco” Dreams de Beth Dunlop

Cartões postais antigos e livros são sempre veículos certos para aprender sobre Miami. Para quem gosta do farto passado arquitetônica da região, vale a pena citar o trabalho da prolifera escritora Beth Dunlop, autora de vários volumes, incluindo o celebrado “Miami: Esplendor Mediterrâneo e Sonhos Deco” (Miami: Mediterranean Splendor and Deco Dreams).

Porém, cabe a uma artista local, Michele Oka Doner, um lugar especial na minha estante. Seu “Miami Beach: Planta de um Paraíso” (Miami Beach: Blueprint of an Eden), publicado em 2005,  é uma viajem a essência de Miami. Tece cultura, arquitetura, horticultura, moda, gastronomia e imóveis em um completo retrato da Cidade Magica.

Gertrude Heller (Oka) posa em jardim em Miami Beach, 1938.

Seguindo a história de sua própria família, (os Okas), e  da família de um amigo de infância (os Wolfsons), a artista intercala  a presença de Eleonor Roosevelt, Morris Lapidus, Frank Sinatra, Jacqueline Kennedy, Jacky Gleason entre poemas, gravuras, cartas e receitas de iguarias locais nas mesas mais aristocráticas de Miami.

Teatro Carib, na Lincoln Rd, Miami Beach, 1950.

Michele traça o desenvolvimento da cidade –desde da virada do século quando John Collins e Carl Fisher secaram parte do mangue do Everglades, importaram areia e criaram o mais famoso playground adulto do mundo,  gerando a especulação imobiliária que continua até hoje, ao glamour dos anos 50 e 60, quando Miami possuía os mais badalados teatros e servia de tela para os nascentes mercados de publicidade e televisão.

Familia Tashiro em frente da Miami Beach Nurseries em 1926. Pai do paisagismo tropical de Miami.

Todavia, é  o  amor de Michele pela historia horticultural da cidade  que domina e impulsiona o  ritmo do livro. A artista traz a visibilidade o trabalho de imigrantes tais como Shige Tashiro, pai do paisagismo da cidade, um dos grandes responsáveis por transformar o mangue no paraíso tropical com raras palmas, plantas e habitats.

 

O acervo fotográfico do livro é  espetacular, porem extremamente pessoal. Conta com fotos de sua mãe e musa, Gertrude Oka, em vários eventos que marcaram época, de desfiles de moda ao ar livre no Roney Plaza  à retirada da fachada do alumínio do Lincoln Theatre para ser transformado em munição  para a Segunda Guerra Mundial.

O livro segue a família Oka ate 1963, quando Keneth Oka, pai de Michele, se aposenta da vida publica depois  dois mandatos como prefeito de Miami Beach.  Era o fim do otimismo americano com o assassinato de Kennedy, a escalada da Guerra do Vietnã e a falida invasão de Cuba.

Michele Oka e sua irma em frente de sua casa em Miami Beach nos anos 50.

[Get Lost on the Translation at Your Own Risk: What’s your favorite Miami Book?]

The most interesting aspect of working as real estate agent in Miami is to be able to deliberately shoot photos of the city in all angles. My gallery in Instagram is a self reminder of how much there is to learn about the history behind each building.

Um dos títulos do prolifero historiador Seth H. Bramson

After all, the history of the city is what makes the real estate market so interesting (besides the commissions, of course). Today, seeing the super modern skyscrapers of Sunny Isles — such as the upcoming Porshe Design Towers, and the sold-out  Trump Towers and  Jade Ocean — one can hardly imagine that the neighborhood that is today  the symbol of contemporary real estate luxury,  was, until the early ’70s, a conglomerate of “kitsch” motels with many different themes, from the Sahara Desert to Jetsonian futurism.

Among the scholars who can tell the story of the city very well, it’s worth mentioning Dr. Paul George, from the Historical Museum of Southern Florida who leads hundreds of lectures and tours via boat and bicycle and Seth Bransom, a historian who has written several books on the history of Miami.

Old postcards and books are always good vehicles to learn about Miami. For those who like to learn the architectural past of the region, it is worth reading the work of Beth Dunlop, author of several books, including the celebrated “Miami: Mediterranean Splendor and Deco Dreams” (Miami: Mediterranean Splendor and Deco Dreams).

However local artist Michele Oka Doner holds special place on my coffee table. Her “Miami Beach: Blueprint of an Eden,” published in 2005, is a journey to the pure essence of Miami Beach. She weaves culture, architecture, horticulture, fashion, food and real estate in a complete picture of the Magic City.

Familia Oka: Getrude & Kenneth Oka com suas filhas.

Following the story of her own family (the Okas), and the family of a childhood friend (the Wolfsons), the artist inserts the presence of Eleanor Roosevelt, Morris Lapidus, Frank Sinatra, Jacqueline Kennedy, Jacky Gleason onto snippets of  her Miami every-day life through poems, engravings , letters and recipes of local delicacies served on the most aristocratic tables of Miami.

Michele traces the development of the city  from the turn of the century,  when John Collins and Carl Fisher dried part of the Everglades swamp, imported sand and created the most famous adult playground in the world.

Mrs. Wofson em sua casa: glamour de Miami Beach, 1956.


She also covers the 50’s and 60’s when Miami had the most exciting theaters in show business. They served as a canvas for the emerging  television and advertising industries.

Howerver it is  Michele’s love for the horticultural history of the city that dominates and paces her book. The artist brings visibility to the work of immigrants such as Shige Tashiro, father of landscaping of Miami,  and who is largely responsible for transforming the swamp land into the  tropical paradise it is today with  rare palms, plants and habitats.

O Lincoln Theater, construido em 1935. Em 1942, seu painel de aluminio foi removido para o esforco da Segunda Guerra. Agora e restaurado pela loja H&M. Photo: @geanemiami

The book’s photographic collection is spectacular yet personal. It contains many pictures of her mother and muse, Gertrude Oka, in various events that marked an era: fashion shows outdoors at Roney Plaza, the removal of the aluminum historic facade of the Lincoln Theatre on Lincoln Road to be turned into ammunition for World War II.

The book follows the Oka family until 1963, when Kenneth Oka, father of Michele, retires from public life after two terms as mayor of Miami Beach. It was the end of American optimism with the Kennedy assassination, the escalation of the Vietnam War and the failed invasion of Cuba.

Special Thanks to my friend Nisi Berryman from NIBA in the Miami Design District for the help on this blog entry!