O valor da fotografia na venda do seu imóvel

Citação

Screen Shot 2014-05-09 at 5.45.28 PM

Vender um imóvel no mercado imobiliário em Miami não é brincadeira. A competição no mercado é forte e mais do que nunca a fotografia se torna parte essencial do anuncio.

A nível internacional, o foco do marketing imobiliário é sem duvida, online, especialmente para os clientes estrangeiros que estão fazendo de Miami um dos mercados mais aquecidos nos Estados Unidos.

O anuncio em dezenas de websites de procura bem como no MLS é visto por milhares de olhos e com tanta opção e informação visual, os imóveis escolhidos para visitas são aqueles que apresentam boa fotografia. Muitos clientes descartam já na primeira passada imóveis sem imagens ou com péssimas imagens.

A  sessão de fotografia é a parte mais gostosa do anuncio. Onde a criatividade de um bom corretor imobiliário se torna aparente. O jogo de cintura é necessário para  combinar foco na venda, produção de interiores e ângulos que melhores mostrarão o imóvel e suas qualidades. Detalhes são importantes: uma cama mal feita ou um armário aberto podem estragar a energia de uma sala.

Eu prefiro sempre interiores com luz natural, onde a personalidade do imóvel transpira mais levemente. Para a fotografia de um apartamento no edifício MET1 em Miami, eu requisitei que o fotografo tirasse fotos de manhã e esticasse um pouco a sessão, para registrar o pôr-do-sol cinematográfico da varando do apartamento com vistas infinitas do horizonte da Brickell.

Veja as fotos deste apartamento em Downtown Miami. Predio: Met1. Interiores: Tui Lifestyle. Fotografia: Marcelo Pimentel.

DSC_8493




DSC_9540 Me parece um absurdo que muitos dos corretores ainda tentem fotografar os imóveis sem contratar os serviços de um fotografo profissional.  Quando fotografando uma unidade no Icon Brickell tornou-se evidente que o trafico de clientes visitando o apartamento foi um efeito da qualidade das fotos, que capturaram piamente o sex appeal do apartamento com belas vistas da Biscayne Bay bem como toda um vida interior do apartamento e seus detalhes na decoração.

Veja as fotos deste apartamento na Brickell Avenue em Miami. Fotografia: Marcelo Pimentel.

DSC_5169

DSC_4955 DSC_4977 DSC_5034_01

DSC_4947
DSC_5210

5 Dicas para quem esta fotografando um Imóvel [Caso não possa contratar um fotografo profissional e um decorador para a sessão de fotos.]

1. Reduza os objetos pessoais ao mínimo.

2. Utilize luz natural: abra cortinas e janelas

3. Procure um angulo que mostre o máximo o espaço, geralmente a esquina.

5. Use a camera na posição horizontal.

4. Foque em conseguir poucos e boas imagens, o intuito da fotografia e atrair clientes para uma visita pessoal ao imóvel – pois é na visita que a venda acontece.

Para mais informações de como vender o seu imovel em Miami com eficiência me contacte diretamente! geanemiami@gmail.com

www.geanebrito.com

Screen Shot 2013-11-10 at 10.43.23 PM

Geane Brito, Your Miami Real Estate Expert

Anúncios

Sonhando em Grafite em Wynwood

Citação

photo

Será que foi o cheiro do café sendo torrado no Panther Coffee, que paira eternamente da esquina da NW 2nd Avenue com a rua 24,  ou o ruído absurdo de centenas de motos antigas seqüestrando a noite quente em frente da Wood Tavern ou ainda, a cacofonia de cores, nomes, rótulos, larvas, personagens e pinups grafitados em suas paredes em perfeita dissonância? Qualquer que seja a porta de entrada, Wynwood tomou de assalto os meus sonhos na noite passada.

Depois de dois dias de trabalho mostrando as propriedades comerciais em Miami para uma empresária brasileira, impressões e imagens foram registradas com spray na minha mente. Não que este cérebro seja muro branco facilmente pichável:  viajo de lobby de luxo em Miami Beach a vistas deslumbrantes em Downtown Miami, de casas históricas a obras arquitetônicas modernas. No entanto, esta foi a primeira vez que trabalho assaltou os meus sonhos.

Eu sonhei em grafite e corri como louca nas ruas de Wynwood. Cresci com as paredes marcadas nas ruas de São Paulo, no entanto, Wynwood é pra la de Bagdá! — um Soho  de Jean Michel Basquiat derretendo sob o sol tropical da Flórida.

IMG_0868

O chamado “Distrito das Artes” em Miami  é a tradução concreta de uma outra Miami – a Miami inspirada da jovem vanguarda artística, rebelde, irreverente e cheia de um talento explosivo e, efêmero. O grupo de edifícios industriais, antes abandonados, agora abriga galerias, estúdios, lojas e alguns restaurantes.

Apesar da formação pseudo organizada pelo falecido — e muito querido — empresário Tony Goldman (conhecido por ser um dos visionários urbanos responsáveis  por Soho em Nova York e a South Beach de Miami), um dos primeiros a acreditar no que era uma esquálida área industrial de Miami localizada entre uma auto estrada e uma estrada de ferro, Wynwood está ditando suas próprias regras e crescendo rapidamente com imóveis mudando de mãos furiosamente.

IMG_1401

Corretores de imóveis locais batem nas portas e apresentam contratos de venda para proprietários antigos que nunca imaginaram que os terrenos comprados por quantias lúdicas agora possam valer milhões. Os imóveis cobiçados são variados: pequenas casas de madeira e galpões, estacionamentos, ruínas de armazéns do pós-guerra, galerias de arte ou um raro prédio renovado com  vitrine . Se tiver uma parede, contara com grafite  e, cuidado, as imagens irão perseguir o seu sono.

[GET LOST ON THE TRANSLATION AT YOUR OWN RISK]   Dreaming in Graffiti

Maybe it was the smell of organic coffee beans travelling on NW 2nd Avenue in broad daylight coming from the steel roaster at Panther Coffee or the absurd roaring of hundreds of vintage bikes hijacking the night in front of Wood Tavern or the cacophony of colors names, labels, pin-ups and larvae graffiti living on its walls in perfect dissonance. Whatever it was, Wynwood took my dreams by storm last night.

After two days of work showing commercial properties in Miami to a Brazilian entrepreneur, impressions and images were spray-painted on my mind. Not that this brain is easily tagged: it goes from Miami Beach luxurious lobbies to breathtaking Downtown views, from historic homes to modern architectural masterpieces. However, this was the first time that work literally took over my dreams.

I dreamed in grafitti and ran crazy on those streets.

I grew up around tagged walls in the streets of Sao Paulo, however, Wynwood is mind blowing: the old Soho of Jean Michel Basquiat’s melted under the South Florida tropical sun.

The so-called Miami “Arts District” is the concrete translation of another Miami – the hang out of an inspiring and young artistic avant-garde, rebellious, irreverent and full of an explosive ephemeral talent. The group of industrial buildings, abandoned before, now is home for  galleries, studios, shops and some restaurants.

Despite the pseudo urban formation dreamed by the late entrepreneur Tony Goldman – one of the urban visionaries behind New York’s Soho and Miami Beach South Beach – Wynwood is dictating its own rules and speedy growth as properties change hands furiously.

Local real estate brokers knock on doors and present purchase contracts for older homeowners whom find themselves sitting on properties that were purchased for dirty cheap and are now worth millions.  The coveted real estate is a mash up: little wooden houses and sheds, parking lots, ruins of postwar warehouses, art galleries or an occasional renovated building with glass frontage. If there are walls on the structure, you are sure to find good graffiti and, beware, the images will come to chase your sleep.

IMG_1221

400 Sunny Isles: Resort com Arquitetura de Chad Oppenheim

Citação

Este slideshow necessita de JavaScript.

Chad Oppenheim é um dos arquitetos mais prolíferos e importantes da Miami contemporânea, conhecido pelo astuto uso de materiais, acabamentos inesperados e linhas modernas. O jovem mestre mantém agenda lotada com palestras no circuito acadêmico, projetos internacionais que o levam de Dubai a Suíça, e agora, com o reaquecimento da economia local, está de volta a imprimir a sua marca na cidade.

Seu mais novo projeto o leva a Sunny Isles, que tem atraído muito o comprador internacional com suas torres de luxo e praias calmas.  Com o projeto 400 Sunny Isles,  a idéia de resort é re-interpretada  se adaptando ao caráter urbano e aquático da cidade. O complexo é um charme de vidro, com piscinas diversas, amenidades de luxo, spa, quadras de tenis e o uso extraordinário da Baia Biscayne como parte intrisica do projeto.

400 Sunny Isles é localizado a alguns minutos do rústico  Oleta Park, um refugio verde para os habitantes de Miami, e a curta distancia do glamour do Shopping Bal Harbour. Os  230 apartamentos que custarão entre 743 mil  a  3.6 milhões de dólares, terão acesso a um dock com capacidade para barcos de até 100 pés e um clube aquático para residentes equipado com  caiaques, jet skis, windsurfes, esquis aquático, equipamento de mergulho, pesca e muito mais.  400 Sunny Isles e perfeito para esta cidade circundada de mar e banhada bela Baia Biscayne.

Se voce quiser ver as plantas e lista de preços,  preencha o seu cadastro! Estaremos brevemente em contato! Geane Brito geanemiami@gmail.com, Brasil: (11) 395-70612.

Get Lost in Translation at Your Own Risk:

400 Sunny Isles: Resort with Chad Oppenheim Archictecture

Chad Oppenheim is one of the most prolific and important architects of contemporary Miami. He is known for astute use of materials, unexpected finishes and modern lines. The young master keeps a busy schedule with lectures on the academic circuit, international projects that take him from Dubai to Switzerland, and now, with the come back of the  local economy, he is ready to once again make his mark on the city.

His newest project takes him to Sunny Isles, an area that has attracted the  international buyer with its luxury towers and calm beaches. With 400 Sunny Isles, the idea of ​​resort is re-interpreted to adapt to Miami’s aquatic and urban character. The complex is a charm with its glass terraces, several pools, luxury amenities, spa, tennis courts and the extraordinary use of Biscayne Bay as the main appeal.

400 Sunny Isles is located just minutes from the rustic Oleta Park, a green refuge for Miami residents, and a short distance from the fashion and glamour of the Bal Harbour Shops. There are 230 apartments. They will cost between US $743,000 to US$ 3.6 million. Its freshest feature is its own marina, with capacity for vessels up to 100 feet and an activity center for residents equipped with kayaks, jet skis, windsurfs, water skis, diving equipment, fishing and more. 400 Sunny Isles is perfect for this city surrounded by sea and kissed by our beautiful Biscayne Bay.

If you want to see the plants and price list, complete the contact form! We will be in touch soon! Geane Brito geanemiami@gmail.com 305-814-5004.

Paramount Bay: O Luxo Descontraído de Miami

Citação

Este slideshow necessita de JavaScript.

Procurando imóvel em Miami acima de $500 mil dólares  e abaixo dos cifrões incontáveis de Sunny Isles e de SOFI, a ponta sul de Miami Beach?  Uma das melhores opções é o Paramount Bay, que com as vistas panorâmicas da Biscayne Bay e amenidades de luxo, encanta a todos.

O prédio de 49 andares tem linhas arquitetônicas geométricas e apartamentos que começam em 112 metros quadrados. Coberturas chegam a 412 metros quadrados e são equipadas com cozinha de aço inox e cafeteiras Miele, além da opção da instalação de jacuzzis nos terraços.

A  localização do Paramount não poderia ser mais bacana. Fica no meio de tudo que e bom em Miami: a minutos do ti-ti-ti de Miami Beach, do centro financeiro da Brickell Avenue, das compras de grife do Design District e da cena de arte arrojada de Wynwood. Porém, os residentes do Paramount, muitas vezes não querem nem sair do prédio: tem um conforto e relaxado requinte difícil de ser encontrado em outros lugares. Seus elevadores abrem na porta do apartamento, o prédio oferece café da manha em saguão wireless, academia de ginástica da melhor qualidade, spa  e piscinas que aproveitam o navegar do sol no céu de Miami da manhã a tarde.

Todos os 346 apartamentos possuem vistas  e sacadas de frente para a baia. O prédio é um exercício em requinte descontraído com interiores assinados pelo atelier de design do rock star Lenny Kravitz.  O luxo e atenção a detalhes é presente em tudo: desde da textura das paredes do elevador, a varias áreas comunitárias que contam com um minimalista salão de festa, moderno ‘playroom’ para crianças e descontraído ambiente em suas piscinas. Para adoçar ainda mais o pacote, o prédio oferece serviço de praia e piscina em Miami Beach na área reservada ao Eden Rock, o legendário hotel art-deco na orla.


Get Lost in Translation at Your Own Risk: Paramount Bay: Easy going Luxury in Miami

Looking for a condo in Miami over $ 500,000 and below the many more zeros on the prices of apartments in Sunny Isles or SOFI, the southern tip of Miami Beach?  One of the best options is the Paramount Bay, a building with panoramic views of Biscayne Bay and luxury amenities that charms everyone, from rock stars to international buyers.

The building has 49 floors and geometric architectural lines that are lovely to photograph. Apartments start at 1,214 square feet. Penthouses are as large as 4,437 square feet and are equipped with stainless steel kitchens and Miele coffee makers, plus the option of installing Jacuzzis on their terraces.

The location of The Paramount Bay could not be cooler. It is in the middle of everything important in Miami: minutes from the bright neons of Miami Beach, the business-as-usual faces of the Brickell Avenue financial center, the chic fashion brands of the Design District and the edgy art scene of Wynwood. However, the residents of Paramount, often do not even want to leave the building: it has a comfort and relaxed refinement hard to find elsewhere.

Living is indeed easy at the Paramount. Elevators open to each apartment door, fresh mediterranean breakfast waits for residents in the lobby which is equipped with wireless internet connection, a  super clean gym, spa and two swimming pools to catch the Miami sun from the  morning to the afternoon!

And not a bad view is offered at The Paramount Bay: all 346 apartments have balconies overlooking the bay. The building is an exercise in relaxed elegance with interiors designed by the rock star Lenny Kravitz’s design firm. The luxury and attention to detail is present in everything, from the texture of the walls of the elevator to various community areas which also include a modern reception room, a colorful ‘playroom’ for toddlers, a teen room & valet service. To further sweeten the package, the building offers beach and pool service in Miami Beach in the area reserved for the Eden Rock, the legendary art-deco hotel on the waterfront.

Para maiores informações, plantas e apoio imobiliário completo ligue para Geane Brito 305-814-5004 ou no Brasil, 5511-395-70612  geane@chariff.com. Seu apoio de corretoria local em Miami! 

 

Qual o seu livro sobre Miami Favorito?

Citação

Este slideshow necessita de JavaScript.

O mais interessante em trabalhar como corretora imobiliária na Grande Miami é poder deliberadamente fotografar imóveis e o estilo  da cidade diariamente. Minha galeria na instagram é um lembrete do muito a aprender sobre a história atrás de cada imóvel.

Afinal, a história da cidade é o que faz o mercado imobiliário tão interessante (além dos honorários, é claro). Quem hoje vê os moderníssimos edifícios de Sunny Isles, tais como o novo projeto de Gil Dezer,  Porshe Design Towers, e os totalmente vendidos Trump Towers e Jade Ocean, que exuberam o luxo contemporâneo, mal pode imaginar que o bairro era, até o inicio dos anos 70, um conglomerado de  “kitsch” motéis populares com temas diversos, do deserto do Saara ao futurismo.

Miami Beach, Florida. 1962. Bon-Aire Hotel in Sunny Isles . Futurismo! (foto: Elliott Erwitt)

Entre os eruditos que bem contam a historia da cidade, é imprescindível  mencionar o Dr. Paul George, do Historical Museum of Southern Florida, que infatigavelmente conduz centenas de palestras via barco e bicicleta em Miami e o  historiador Seth Bransom, que escreveu vários livros sobre o tema.

“Miami: Mediterranean Splendor and Deco” Dreams de Beth Dunlop

Cartões postais antigos e livros são sempre veículos certos para aprender sobre Miami. Para quem gosta do farto passado arquitetônica da região, vale a pena citar o trabalho da prolifera escritora Beth Dunlop, autora de vários volumes, incluindo o celebrado “Miami: Esplendor Mediterrâneo e Sonhos Deco” (Miami: Mediterranean Splendor and Deco Dreams).

Porém, cabe a uma artista local, Michele Oka Doner, um lugar especial na minha estante. Seu “Miami Beach: Planta de um Paraíso” (Miami Beach: Blueprint of an Eden), publicado em 2005,  é uma viajem a essência de Miami. Tece cultura, arquitetura, horticultura, moda, gastronomia e imóveis em um completo retrato da Cidade Magica.

Gertrude Heller (Oka) posa em jardim em Miami Beach, 1938.

Seguindo a história de sua própria família, (os Okas), e  da família de um amigo de infância (os Wolfsons), a artista intercala  a presença de Eleonor Roosevelt, Morris Lapidus, Frank Sinatra, Jacqueline Kennedy, Jacky Gleason entre poemas, gravuras, cartas e receitas de iguarias locais nas mesas mais aristocráticas de Miami.

Teatro Carib, na Lincoln Rd, Miami Beach, 1950.

Michele traça o desenvolvimento da cidade –desde da virada do século quando John Collins e Carl Fisher secaram parte do mangue do Everglades, importaram areia e criaram o mais famoso playground adulto do mundo,  gerando a especulação imobiliária que continua até hoje, ao glamour dos anos 50 e 60, quando Miami possuía os mais badalados teatros e servia de tela para os nascentes mercados de publicidade e televisão.

Familia Tashiro em frente da Miami Beach Nurseries em 1926. Pai do paisagismo tropical de Miami.

Todavia, é  o  amor de Michele pela historia horticultural da cidade  que domina e impulsiona o  ritmo do livro. A artista traz a visibilidade o trabalho de imigrantes tais como Shige Tashiro, pai do paisagismo da cidade, um dos grandes responsáveis por transformar o mangue no paraíso tropical com raras palmas, plantas e habitats.

 

O acervo fotográfico do livro é  espetacular, porem extremamente pessoal. Conta com fotos de sua mãe e musa, Gertrude Oka, em vários eventos que marcaram época, de desfiles de moda ao ar livre no Roney Plaza  à retirada da fachada do alumínio do Lincoln Theatre para ser transformado em munição  para a Segunda Guerra Mundial.

O livro segue a família Oka ate 1963, quando Keneth Oka, pai de Michele, se aposenta da vida publica depois  dois mandatos como prefeito de Miami Beach.  Era o fim do otimismo americano com o assassinato de Kennedy, a escalada da Guerra do Vietnã e a falida invasão de Cuba.

Michele Oka e sua irma em frente de sua casa em Miami Beach nos anos 50.

[Get Lost on the Translation at Your Own Risk: What’s your favorite Miami Book?]

The most interesting aspect of working as real estate agent in Miami is to be able to deliberately shoot photos of the city in all angles. My gallery in Instagram is a self reminder of how much there is to learn about the history behind each building.

Um dos títulos do prolifero historiador Seth H. Bramson

After all, the history of the city is what makes the real estate market so interesting (besides the commissions, of course). Today, seeing the super modern skyscrapers of Sunny Isles — such as the upcoming Porshe Design Towers, and the sold-out  Trump Towers and  Jade Ocean — one can hardly imagine that the neighborhood that is today  the symbol of contemporary real estate luxury,  was, until the early ’70s, a conglomerate of “kitsch” motels with many different themes, from the Sahara Desert to Jetsonian futurism.

Among the scholars who can tell the story of the city very well, it’s worth mentioning Dr. Paul George, from the Historical Museum of Southern Florida who leads hundreds of lectures and tours via boat and bicycle and Seth Bransom, a historian who has written several books on the history of Miami.

Old postcards and books are always good vehicles to learn about Miami. For those who like to learn the architectural past of the region, it is worth reading the work of Beth Dunlop, author of several books, including the celebrated “Miami: Mediterranean Splendor and Deco Dreams” (Miami: Mediterranean Splendor and Deco Dreams).

However local artist Michele Oka Doner holds special place on my coffee table. Her “Miami Beach: Blueprint of an Eden,” published in 2005, is a journey to the pure essence of Miami Beach. She weaves culture, architecture, horticulture, fashion, food and real estate in a complete picture of the Magic City.

Familia Oka: Getrude & Kenneth Oka com suas filhas.

Following the story of her own family (the Okas), and the family of a childhood friend (the Wolfsons), the artist inserts the presence of Eleanor Roosevelt, Morris Lapidus, Frank Sinatra, Jacqueline Kennedy, Jacky Gleason onto snippets of  her Miami every-day life through poems, engravings , letters and recipes of local delicacies served on the most aristocratic tables of Miami.

Michele traces the development of the city  from the turn of the century,  when John Collins and Carl Fisher dried part of the Everglades swamp, imported sand and created the most famous adult playground in the world.

Mrs. Wofson em sua casa: glamour de Miami Beach, 1956.


She also covers the 50’s and 60’s when Miami had the most exciting theaters in show business. They served as a canvas for the emerging  television and advertising industries.

Howerver it is  Michele’s love for the horticultural history of the city that dominates and paces her book. The artist brings visibility to the work of immigrants such as Shige Tashiro, father of landscaping of Miami,  and who is largely responsible for transforming the swamp land into the  tropical paradise it is today with  rare palms, plants and habitats.

O Lincoln Theater, construido em 1935. Em 1942, seu painel de aluminio foi removido para o esforco da Segunda Guerra. Agora e restaurado pela loja H&M. Photo: @geanemiami

The book’s photographic collection is spectacular yet personal. It contains many pictures of her mother and muse, Gertrude Oka, in various events that marked an era: fashion shows outdoors at Roney Plaza, the removal of the aluminum historic facade of the Lincoln Theatre on Lincoln Road to be turned into ammunition for World War II.

The book follows the Oka family until 1963, when Kenneth Oka, father of Michele, retires from public life after two terms as mayor of Miami Beach. It was the end of American optimism with the Kennedy assassination, the escalation of the Vietnam War and the failed invasion of Cuba.

Special Thanks to my friend Nisi Berryman from NIBA in the Miami Design District for the help on this blog entry!

Icon Bay: o mais novo projeto da Related em Miami

Citação

Este slideshow necessita de JavaScript.

A área entre o Design District e Downtown em Miami esta ser tornando mais eclética. Juntando-se ao Paramount Bay, com interiores de Lenny Kravitz e a badaladissima área de Midtown, com seus restaurantes e lojas e, apenas a 4 quadras de Wynwood, o famoso distrito das artes de Miami, o mais novo projeto imobiliário da Related, do empresário Jorge Perez, promete rápidas vendas para suas 300 residencias.

A marca “Icon” é, indiscutivelmente, uma das mais reconhecidas no mercado imobiliário em Miami. Icon Bay — projetada pela firma Arquitectonica — se junta a famosa companhia do Icon South Beach, Icon Brickell (ver foto em Instagram) e Icon Vallarta, no México.

Será situado de frente para Baia Biscayne, com céu, agua e Miami Beach a distancia. Apartamentos terão elevadores particulares, amenidades de luxo, vistas infinitas  e um parque com moderno paisagismo a sua frente construído em terreno publico. Os preços começarão em 400 mil dólares por unidades de um dormitório.

O Icon Bay e outro empurrão de energia para um área de Miami que parece ser destinada a brilhar. O projeto e um cheque mate arrematando a expansão imobiliária da cidade: começando na Brickell, passando por Downtown e chegando ao Design District… da Baia de Biscayne ao Distrito das Artes, Wynwood. É Miami em pleno boom novamente!

 [Get Lost in Translation at Your Own Risk: Icon Bay Related’s New Project ]

The area between the Design District and Downtown Miami is becoming the  most eclectic: joining the Paramount Bay, with interiors by Lenny Kravitz and the busy area of Midtown, with its restaurants and shops and only four blocks from the Wynwood Arts District, the latest project of Related’s Jorge Perez promises brisk sales for its 300 residences.

It will be located on 460 NE 28th — yes on the top of  the beautiful patch of the Bay you see when driving on the street. The public will be able to access its bay front park by entering below the building, through its  columns.

The “Icon” brand is one of the most recognized in the real estate market in Miami — and one that foreigner buyers LOVE! Icon Bay – designed by Arquitectonica – joins the company of the  South Beach Icon, Icon Brickell and Icon Vallarta, in Mexico.

Units will face Biscayne Bay, with sky, water and Miami Beach in the distance. Apartments will have private elevators, luxury amenities, endless views and will share the modern bay front park. Prices start at US$400,000 for one-bedroom units.

The Icon Bay will bring another boost of energy to Edgewater — an area that seems to be destined to luxury. It is the last  piece in a puzzle that is now almost done, starting  with the skyscrapers of Brickell,  traveling through  the Biscayne Wall and a revitalized Downtown MIami towards the Design District … and now from Biscayne Bay to Wynwood Arts District. Love or hate,  Miami in full real estate boom again!

Artecity: Investimento Moderno em Miami Beach

Citação

O projeto do Artecity em Miami Beach é uma metáfora perfeita para a evolução do mercado imobiliário em Miami.

O prédio foi  acabado em 2009, meio a crise. Por 2 anos, a estrutura de 6 andares, localizada em uma das áreas mais desejadas da cidade, ficou paralisada. Em Julho de 2011, a ST Residential adquiriu o condomínio — ampliando seu portifolio de luxo que já incluía o Trump Hollywood em Sunny Isles, Paramount Bay no Corredor da Biscayne e Mint Downtown. Em Dezembro, depois de uma tremenda injeção de capital,  principalmente em uma proposta de paisagismo tropical  e infra-estrutura, o prédio abriu para vendas. Em menos de 6 meses, restam apenas 30 dos 201 apartamentos — a maioria dos compradores são europeus e latino-americanos, principalmente brasileiros e argentinos.

Veja o video!

A razão para o sucesso é simples: a localização é perfeita!

Fica a 2 quadras da praia, entre os famosos Setai e W Hotel. Em sua vizinhanca, situam-se as melhores pedidas culturais de Miami Beach: a New World Symphony projetada por Frank Gerry, o Bass Museum, um dos melhores acervos modernos de arte moderna da cidade, o Miami City Ballet, a biblioteca municipal, o Collins Park com suas arvores historicas além da agitada cena da Lincoln Road com restaurantes, lojas e bares. Para completar , a arquiteta Zaha Hadid estará construindo brevemente seu celebrado projeto da garagem do futuro que poderá ser vista das sacadas do Artecity.

[Get Lost in the Translation at Your Own Risk] 

Artecity: a Modern Investment in Miami Beach

The Artecity in Miami Beach is a perfect metaphor for the evolution of the real estate market in Miami. The building was finished in 2009, smack in the middle of real estate crisis. For two years, the six-story structure, located in one of the most desirable areas in the beach was paralyzed.

In July 2011, the Chicago-based ST Residential — a known asset-management company led by by Starwood Capital Group (NYSE: STWD), TPG, WLR LeFrak and Perry Capital —  assumed ownership of the project – expanding its luxury portfolio that already included the Trump Hollywood in Sunny Isles, the Paramount Bay in the Biscayne Corridor and Mint in Downtown Miami. In December, after a huge injection of capital, especially in a fresh landscaping plan and infrastructure, the building opened for sales. In less than six months, there are only 30 of the 201 apartments left – most buyers are from Europe and Latin America, especially Brazil and Argentina.

The reason for success is simple: Artecity location is perfect!

It is located 2 blocks from the beach, between the famous and Setai W Hotel. In its neighborhood, one can find the best cultural venues in Miami Beach: New World Symphony designed by Gerry Frank, the Bass Museum, one of the best collections of modern city, the Miami City Ballet, the municipal library, the Collins Park with its historic trees, the nostalgic Fillmore with its top-notch performances and it is  bike ride way from the   bustling scene of Lincoln Road and its restaurants, shops and bars. To complete, the architect Zaha Hadid will be building soon her celebrated garage of the future. Zahid’s masterpiece will be seen from the balconies of the Artecity units.